Alunos de Paraí participam do Programa Robótica Espacial

Alunos de Paraí participam do Programa Robótica Espacial


Publicado em: 23/06/2021 13:54 | Fonte/Agência: Assessoria de Imprensa

Whatsapp

 

Alunos do 3º ao 8º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Mateus Dal Pozzo participam do projeto piloto “Robótica Espacial”, que é uma iniciativa pedagógica da Universidade de Brasília – UNB e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE, com apoio técnico da Agência Espacial Brasileira.

Trata-se de um curso totalmente digital, de autoaprendizagem, que conta com o uso de uma plataforma pedagógica que oferece aos alunos conhecimentos teóricos e práticos sobre robótica. A estrutura é de um game, que motiva e engaja os alunos, lançando desafios e pontuações. A plataforma usa simuladores que possibilitam aos alunos vivenciarem, de forma bem realista cada passo da aprendizagem. A missão dada aos alunos será a criação e montagem de um robô ROVER VEICULE, inspirado no projeto Artemis, liderado pela NASA, do qual o Brasil faz parte por meio da Agência Espacial Brasileira.

Durante as etapas do curso, os alunos passam por reforços didáticos, resumos simplificados, didáticas práticas, testes e avaliação progressiva. As aulas combinam teoria e prática simulando o uso de ferramentas e sistemas. Os alunos passam a conhecer o conceito de cada componente, montagem, interligação, configuração e programação, chegando até o robô finalizado.

Em Paraí, oito alunos participam o curso. Segundo a professora Tissiane Cappelli, que auxilia os alunos quando necessário, o curso tem duração de três meses e o andamento das aulas depende da evolução de cada aluno. “Quando eles têm alguma dúvida, eles passam para mim e eu vejo com o pessoal responsável pelo curso e depois retorno para eles. Alguns contam com a ajuda dos pais, outros se viram bem sozinhos”, afirma a professora.

O aluno Cleber Cassol, do 6º do Ensino Fundamental da Escola Mateus Dal Pozzo, é um dos alunos do projeto de Robótica Espacial no município. Ele realiza as atividades do curso em casa, no computador da família, e aos poucos está montando o seu robô.

No Rio Grande do Sul, são 20 escolas inscritas. A meta é atingir mais de 11 mil alunos de 250 escolas em todos os Estados brasileiros e do Distrito Federal. O programa é executado pela Be Byte, escola de programação e robótica para crianças.


Leia também

Saúde e Assistência Social

Mais de 450 homens são atendidos no Novembro Azul

29/11/2021 14:00

Saúde e Assistência Social

Grupo Unidos pela Vida visitam o Viveiro Municipal

26/11/2021 14:00

Administração Municipal

Prefeito recebe equipe do IBGE

19/11/2021 16:00