Secretaria de Agricultura de Paraí finaliza produção de silagem de milho

Secretaria de Agricultura de Paraí finaliza produção de silagem de milho


Publicado em: 30/04/2019 16:51

Whatsapp

 

Secretaria de Agricultura de Paraí finaliza produção de silagem de milho

Nos próximos 30 dias deve ter início a produção de silagem de sorgo

A Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente encerrou recentemente os serviços de produção de silagem de milho no município de Paraí. Segundo levantamento da própria Secretaria, foram disponibilizados mais de 1.250 horas de serviços de trator e colhedora, em cerca de 270 propriedades do município para a produção de silagem.

Em 2019, a Administração Municipal inovou na produção de silagem e disponibilizou aos agricultores além dos serviços de trator com ensiladeira, uma colhedora de foragem auto propelida. A máquina oferecia a vantagem de fazer o mesmo serviço que o trator em metade do tempo. Segundo o assessor da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, Alex Bregalda, em média, um trator com ensiladeira leva 3 horas para a produção de silagem em um hectare. A colhedora, faz o serviço na mesma área com uma hora e meia, aproximadamente. Isso se deve a capacidade do corte. Enquanto o trator com ensiladeira é capaz de cortar duas fileiras da planta, a colhedora é capaz de cortar entre quatro a cinco fileiras, dependendo do espaçamento realizado no plantio do milho. Outra vantagem da colhedora é a melhor capacidade de picagem da planta e esmagamento do grão do milho, o que influencia na qualidade da silagem.  

Segundo estimativas da EMATER, em Paraí foram produzidos na safra 2018/2019, cerca de 2 mil hectares de milho para a produção de silagem, com uma produtividade estimada de 55 toneladas por hectare. “O agricultor investiu muito na produção de silagem, com a construção de silos para a armazenagem”, relata Orivaldo Trevizan, extensionista da EMATER de Paraí. A silagem de milho é um alimento tradicionalmente utilizado na pecuária leiteira no Brasil. Em Paraí, cerca de 150 propriedades trabalham com a produção e comercialização de leite. Conforme dados da EMATER, são produzidos em torno de 60 mil litros de leite ao dia no município.  

A cultura do sorgo para a produção de silagem também vem ganhando espaço em Paraí. A EMATER estima que são cerca de 80 hectares da planta no município, uma quantidade bem menor, se comparada a cultura do milho. A produção da silagem de sorgo deve começar no período entre o final do mês de maio e início de junho. Segundo a EMATER, é esperada uma produção em média de 40 toneladas por hectare. “A produtividade da silagem de sorgo vai depender muito do clima. Se tivermos uma geada antes da época da produção, haverá muita perda nesta área”, afirma Orivaldo.

A Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente disponibiliza de diversos serviços realizados em parceria com a Secretaria Municipal de Obras, com a intenção de viabilizar o trabalho no campo, a colheita, o escoamento e o armazenamento da safra. Todos os serviços devem ser solicitados junto da Secretaria de Agricultura na Prefeitura Municipal. No momento, a Secretaria tem atuado fortemente nos serviços de grade aradora e espalhamento de esterco seco e liquido, auxiliando o produtor no preparo da lavoura.

 


Leia também

Administração Municipal

Paraí escolhe os melhores pudins no 41º Festival do Pudim

13/06/2019 15:48

Saúde e Assistência Social

Projeto Vigilantes Mirins é apresentado em evento na UCS

13/06/2019 15:47

Administração Municipal

41ª edição do Festival do Pudim acontece em julho

28/05/2019 09:31