Após confirmação, Paraí se torna um dos municípios infestados pelo mosquito Aedes

Após confirmação, Paraí se torna um dos municípios infestados pelo mosquito Aedes


Publicado em: 23/03/2018 17:02 | Fonte/Agência: Assessoria de Imprensa

Whatsapp

 

No decorrer desta semana, a Secretaria Municipal de Saúde do município recebeu a informação que, considerando as diretrizes do Programa Nacional de Controle da Dengue, Paraí passa à condição de município infestado pelo mosquito Aedes aegypti, transmissor dos vírus da dengue, chicungunha e zika. A confirmação veio em virtude de coletas realizadas em fevereiro, no Bairro São Lucas I, onde foram encontradas larvas do mosquito.

Segundo a Secretaria de Saúde, no início do ano um morador do mesmo bairro, trouxe até a Unidade Básica de Saúde um mosquito adulto, que se confirmou ser o Aedes após análise.  

Com a confirmação de infestação, o Comitê Municipal de Mobilização, Fiscalização, Combate e Controle do Mosquito Aedes aegypti no Município de Paraí, formando por membros da Secretaria Municipal de Saúde, demais secretarias municipais e entidades locais, se reuniu na tarde desta sexta-feira (23), para organizar as ações que serão realizadas de imediato. Neste momento, as agentes de saúde do município irão intensificar as ações de divulgação e orientação, juntamente com os agentes de endemias, que também visitarão as residências de Paraí.  A notificação da Secretaria de Saúde do Estado, prevê a contratação de mais um profissional para atuar como agente de endemias, devido ao número de residências no município.

Na reunião também ficou definido que será realizado no Bairro São Lucas I, um mutirão, no sábado, dia 7 de abril, no período da manhã, para a eliminação de possíveis focos e criadouros do mosquito, tratamento dos locais necessários e orientação de todos os moradores. O pedido é que os moradores do bairro estejam em casa nessa ocasião.

Essa não é a primeira vez que o mosquito Aedes é encontrado em Paraí. Em 2016, já haviam sido encontrados dois focos do mosquito, por isso, tamanho empenho da equipe de Saúde do município em conscientizar a população com relação aos cuidados contra o Aedes. Em 2017, as agentes de saúde e agentes de endemia realizaram um trabalho de conscientização com as escolas do município e, no mês de fevereiro deste ano, os agentes visitaram residências do município para fazer o Levantamento de Índice Rápido para Aedes (LIRA). Na região, vários municípios já constam na lista de infestados. É importante lembrar que foi confirmada a infestação do mosquito Aedes em Paraí, mas não temos o registro de nenhum caso de dengue, chicungunha ou zika.

No momento, a orientação da Secretaria Municipal de Saúde para os habitantes de Paraí é para que utilizem repelente e, mantenham os cuidados essenciais para o evitar os focos do mosquito como, não deixar água parada.  Caixas de água descobertas, lixo acumulado, pneus velhos, bebedouros de animais e quaisquer outros recipientes e embalagens que acumulem água são criadouros do mosquito Aedes. O ideal, é que a água seja retirada ou trocada, em caso de bebedouros e, os recipientes escovados, para evitar o acúmulo dos ovos do mosquito.

A Secretaria Municipal de Saúde informa que os agentes de endemias e as agentes de saúde estarão visitando as residências, devidamente identificados e, pede para que a população colabore com o trabalho, recebendo e permitindo a visita do agente.