Paraí decreta situação de emergência por conta da estiagem

Paraí decreta situação de emergência por conta da estiagem


Publicado em: 14/01/2020 18:40 | Fonte/Agência: Assessoria de Imprensa

Whatsapp

 

Na segunda-feira, dia 13 de janeiro, o prefeito Gilberto Zanotto, através decreto nº 002/2020, declarou situação de emergência na área rural de Paraí, em virtude da estiagem que castiga o município desde o final de 2019. O decreto, que tem validade de 180 dias, considera parecer da Defesa Civil Municipal, que leva em conta dados apontados por entidades como a Emater, CRAS e Secretaria Municipal de Obras, que atua junto dos agricultores principalmente para a manutenção do abastecimento de água para consumo humano e dessedentação animal.

Conforme o documento, a Administração Municipal de Paraí optou pela declaração de situação de emergência por levar em conta que o município é essencialmente agrícola. Segundo o decreto, são em torno de 5.5000 hectares cultivados em Paraí, sendo destes mais de 3 mil destinados ao cultivo do milho, mais de mil destinados à soja e, os restantes destinados à culturas diversas. Como as propriedades locais são de agricultura familiar e de subsistência, os danos são maiores, incluindo o fato e que já ocorre a escassez de água em fontes naturais e açudes, o que prejudica diretamente o consumo humano e animal. Para a Administração, o atual cenário de estiagem tem ocasionado prejuízo humano, social e econômico no Município.

A Emater prevê um prejuízo agrícola em Paraí de mais de 15 milhões, que deve atingir também o setor agropecuário e leiteiro, além de impactar diretamente a economia local.

Confira abaixo o decreto na íntegra. 


Leia também

Desenvolvimento Econômico, Social e Desporto

Obras no Ginásio Municipal de Esportes Ângelo Brandalise devem começar nos próximos dias

14/08/2020 16:04

Saúde e Assistência Social

Paraí segue em bandeira laranja

04/08/2020 15:59

Agricultura e Meio Ambiente

Agroindústrias de Paraí são credenciadas ao SUSAF

30/07/2020 15:13